terça-feira, Setembro 03, 2013

Brasil quer arqueiros nativos nos Jogos de 2016

Notícia Publicada em:

Com o objetivo de classificar arqueiros nativos para a Olimpíada do Brasil, a Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel), Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e Federação Amazonense de Tiro com Arco (Fatarco) assinaram nesta quinta-feira (22) termo de cooperação técnica para execução do ‘Arquearia Indígena e Ribeirinha nos Jogos RIO 2016’.
 
Pelos termos do acordo, a FAS fica responsável pela mobilização das seletivas e captação dos talentos nativos nas comunidades indígenas e ribeirinhas.
 
Já o Estado oferece a estrutura multidisciplinar do Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (CTARA), alojamento, alimentação e acompanhamento técnico para os atletas na Vila Olímpica de Manaus.
Os arqueiros selecionados pelo projeto também receberão do governo passagens aéreas para as competições regionais, nacionais e internacionais, caso necessitem.
 
“Além do tiro com arco, o Estado também vai incentivar a descoberta de talentos na canoagem, que faz parte da nossa cultura, da vida do nosso ribeirinho. O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, já indicou que o governo Federal fará investimentos na canoagem olímpica com foco nos Jogos de 2016”, afirmou a secretária da Sejel, Alessandra Campêlo.
 
Para o superintendente geral da FAS, Virgílio Viana, o projeto é uma forma de resgatar a cultura das populações indígenas. “Com esse projeto, vamos impactar a autoestima dos jovens indígenas. Chegar a uma Olimpíada será a realização de um sonho, mas o primeiro passo nós já demos ao selecionar esses atletas”.
 
Para Drean Iagoara, 16, da etnia Kambeba, chegar a Manaus já foi uma vitória. Ele mora na região de Cuieiras, no rio Negro, e usava o arco e flecha para caçar e se divertir. Agora, está a um passo de se tornar atleta.
“Gostei muito de usar o arco olímpico e agora espero agarrar essa chance para me tornar atleta e disputar campeonatos oficiais”, disse o garoto, enquanto fazia a transição do arco nativo de paxiúba para o arco olímpico.
 

Projeto

O projeto ‘Arquearia Indígena e Ribeirinha nos Jogos RIO 2016’ começou em fevereiro com a seleção de 80 arqueiros nativos. Eles passaram por uma série de ‘peneiras’ e hoje são apenas 10 atletas, que passarão a segunda temporada de avaliações no Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (CTARA).
 
Eles ficarão hospedados na Vila Olímpica de Manaus até a próxima quarta-feira, dia 28 de agosto. Pelo projeto, três arqueiros indígenas serão selecionados para treinar na capital junto com a equipe de Alto Rendimento.

quinta-feira, Novembro 10, 2011

Tiro com arco: Ai que saudades que já tínhamos…

Em seguida damos a conhecer uma notícia publicada online no "Reconquista" a 10/11/2011, sobre o Tiro com arco em Castelo Branco.
O reaparecer da modalidade em Castelo Branco é sem duvida um motivo de alegria para todos.
Estão de Parabéns , a ACRA, todos os arqueiros e arqueiras da região, e sobretudo o Pedro Beato pelo trabalho desenvolvido!

Joao Freitas


Uma das modalidades mais acarinhadas entre as décadas de oitenta e primeira metade de noventa, em Castelo Branco, adquire um segundo fôlego. O tiro com arco, que fez campeões nacionais pela batuta do mestre António Lourinho, um exemplo de dedicação, renasce das cinzas, agora impulsionado tecnicamente pelo discípulo Pedro Beato e com enquadramento logístico da Associação Clube Raia Aventura (ACRA).
A manhã do último domingo assinalou o regresso de provas nacionais à cidade albicastrense. Que saudades, ai, ai... O velhinho Afonso de Paiva, palco de algumas jornadas desportivas marcantes, constituiu cenário de uma etapa do calendário português de sala.
Entre os participantes distinguiam-se as camisolas listadas do Sporting, um grande com largos pergaminhos no tiro com arco (vem-nos à memória os campeonatos nacionais no campo 2 do antigo Estádio José de Alvalade, com Castelo Branco sempre bem representado). E três arqueiros da casa, entre os quais Pedro Beato, que neste regresso já juntou ao currículo dos outros tempos um título de vice-campeão nacional, durante a época de campo.
A Associação Raia Aventura regozija-se por dar corpo colectivo ao tiro com arco. E organizar uma prova em Castelo Branco, muitos anos depois. "É o corolário de dois anos de trabalho, quando recuperámos a modalidade. Depois de um ano zero de adaptação, em que os próprios praticantes, como o Pedro Beato, aproveitaram para readquirir rotinas, iniciámos esta época a competição", comenta Nuno Mateus, da ACRA.

A recente mudança de elenco na Federação Portuguesa de Tiro com Arco (FPTA), abriu "via verde" a esta prova em Castelo Branco, que contou com cerca de três dezenas de atiradores. "Nas modalidades que abraçamos, procuramos puxar provas para a nossa zona. E não quisemos desperdiçar esta oportunidade. Foi em cima da hora e isso prejudicou uma presença mais significativa de atletas", acrescenta o responsável da Raia Aventura, que realça a importância do passo dado: "Poderá constituir ponto de partida para mais provas. A ideia foi mesmo essa. Trazer cá os membros da Federação, entrar em contacto directo".
O custo da interioridade pesa (também) no tiro com arco. "Somos o clube mais distante e isso cria obstáculos. Vamos conversar com a Federação, avaliar como nos poderemos equipar e ficar preparados para acolher provas com alguma facilidade. Precisamente para que o preço da interioridade não seja tão elevado".
Na próxima temporada, a ACRA terá mais arqueiros em competição. Neste domingo só não atiraram mais porque "era uma das derradeiras provas do calendário e não valia a pena estar a federar os praticantes só para esta ocasião". Para 2012 "estamos a contar ter uma equipa masculina e outra feminina a participar no calendário federativo", adianta Mateus.
Nesta prova, Pedro Beato subiu ao pódio com um 3º lugar na categoria sénior de recurvos. David Mendes foi 7º. Nas senhoras, também em recurvos, Helena Salvado classificou-se em 4º lugar.

OPÇÃO. O tiro com arco passa a ser, pois, mais uma opção no cenário desportivo do concelho. É só subir às instalações da antiga piscina municipal e ser encaminhado para Pedro Beato, que é o responsável por este desporto na Raia Aventura.
Inicialmente os custos não são consideráveis. "Temos equipamentos para iniciação, não é necessário logo um investimento do praticante. Reutilizámos um pouco da herança do Lourinho e do antigo clube (ndr: Clube de Arqueiros Albicastrenses)". Depois, à medida que o arqueiro quiser melhorar as suas performances, a tendência será adquirir os seus equipamentos, mais adaptados a si próprios.
As condicionantes do espaço surgem mais na época de sala
Espaço não falta na Associação Clube Raia Aventura. As condições técnicas para o exercício do tiro com arco é que estão distantes de ser as ideais. "Temos área coberta, mas só faculta o treino a dois atiradores de cada vez. O que é restritivo. O esforço do Pedro Beato, que se predispõe a dar treinos todos os dias, tem permitido distribuir os atletas, mas é naturalmente desgastante", diz Nuno Mateus.
Durante a época de campo (ar livre, primavera e verão) "estamos à vontade, espaço felizmente existe, apesar de ter de ser adaptado". Na época de sala (indoor, outono e inverno) as limitações surgem, até porque os alvos têm de estar montados a 18 metros. "Não é fácil ter uma cobertura dessas".
Uma das lutas da ACRA é arranjar um espaço coberto. "O ideal seriam 30 metros, pois treinava-se sala e viabilizava também as distâncias de campo. Permitiria treinar o ano inteiro", observa Nuno Mateus.
A Raia Aventura já estabeleceu conversações com a autarquia e acredita que alguma solução será encontrada, mesmo reconhecendo que "a actual conjectura não é favorável".
AJ
  
Autor: Artur Jorge

segunda-feira, Outubro 17, 2011

LUG - Besta, Arco e flecha na natureza da Tapada de Mafra


Se gosta de tiro com arco e bésta agora tem mais um local para poder praticar.

O LUG é o mais recente campo aberto à prática destas modalidades.
Situado em plena tapada de Mafra proporcionará certamente bons momentos de convívio com a natureza.
Leve a família, aproveite para fazer uma sessão e depois vá conhecer as outras propostas que a Tapada de Mafra lhe ofereçe.
Só tem de estar atento para não se enganar e disparar a algum dos animais (gamos, veados, javalis) que por vezes passeiam livremente no local.
Se esse for o caso, pose o seu arco ou besta e disfrute do momento!

Também existe a possibilidade de caçar com arco e Besta na Tapada e é normalmente lá que são feitos os exames nacionais para a carta de Arqueiro Caçador, pelo que é o local previligiado para se preparar para o exame. Se deseja caçar com arco ou besta informe-se das condições.

O camo é aberto a todos. Para treinar não precisa de estar inscrito em nenhum clube ou ser arqueiro caçador. Não precisa sequer de possuir equipamentos pois estes encontram-se disponíveis no LUG.

Contactos:

Página Web: http://lug-tirocomarco.com/#/boasvindas
Mail: lug.tirocomarco@gmail.com
Telefone: 965364216

GPS
38º57`53 N / 009º18`09 W

quinta-feira, Julho 14, 2011

Eleições para a FPTA

Na sequência da marcação de eleições para a FPTA, que se realizarão no próximo Sábado dia 16 de Julho, transcrevo neste Blog um e-mail, recebido hoje, onde o futuro Presidente da FPTA (visto tratar-se de lista única) dá a conhecer em linhas gerais os objectivos da FPTA até 2016 (embora este mandato dos novos corpos sociais seja apenas até 2012)

Mais informação sobre a composição das listas pode ser obtida na Página da FPTA no link abaixo:



»»»»»»»»»»««««««««««

Caros,

Conforme previsto, as listas de candidatura aos Órgãos Sociais da FPTA foram entregues no passado dia 22 de Junho (em anexo), e as eleições irão realizar-se em Assembleia Geral Eleitoral no dia 16 de Julho entre as 14h30 e as 16h30 na sede da FPTA.

Consciente de que há muito trabalho a fazer para recuperar e desenvolver o Tiro com Arco, gostaria de agradecer o vosso tempo e disponibilidade para debater de forma construtiva os principais temas da modalidade.

O programa de candidatura apresentado pela lista candidata à Direcção da FPTA, da qual faço parte, baseia-se nos seguintes pilares fundamentais:

1.       Desenvolvimento sustentado do número de praticantes federados e participantes em provas, fomentando a criação de novos clubes e apostando nas camadas jovens, como base para o desenvolvimento da modalidade a médio prazo
2.       Forte empenho na divulgação da modalidade
3.       Comunicação com os Agentes Desportivos e o seu envolvimento nas iniciativas da FPTA
4.       Revisão do Modelo Competitivo, tendo em vista a maximização do número de atletas nas provas e a viabilidade financeira das mesmas
5.       Racionalização do funcionamento da FPTA, optimizando estrutura de custos e meios disponíveis
6.       Qualificação técnica dos Agentes Desportivos, nomeadamente Treinadores, Árbitros e Controladores de Tiro

Estamos conscientes de que este novo mandato, até Dezembro de 2012, é escasso para um trabalho de fundo na modalidade. Não pretendemos adoptar estratégias e decisões de curto prazo, mas antes criar os alicerces e consensos necessários para um trabalho sustentado de médio prazo, tendo como horizonte 2016.

Contamos com todos os clubes e agentes desportivos para termos sucesso neste desafio.

Um abraço,

Luis Vieira

»»»»»»»»»»««««««««««

quinta-feira, Julho 07, 2011

Campeonato do Mundo Tiro com Arco , Turim 2011 (Parte II)


Realizaram-se hoje as eliminatórias em arco compound, onde ainda estava em competição o nosso atleta Vitor Ferreira.

Vitor defrontava Stephen Clifton da Nova Zelândia que havia passado em 61º lugar.
Embora Vitor viesse do 52º lugar previa-se um confronto bastante equilibrado pois no Open ambos os atletas tinham ficado a apenas 3 pontos de distância um do outro.

Vitor Hugo esteve bem nesta eliminatória, mantendo o seu ligeiro favoritismo ao vencer o seu adversário por 140 pontos, contra os 137 pontos conseguidos por Clifton.

O adversário seguinte foi o Dietmar Trillus do Canadá, que não é um estranho à modalidade, antes pelo contrário. Campeão do Mundo de Campo em Leipzig 2007, conta no seu palmarés com vários recordes Mundiais, entre outros.


Passar a eliminatória seria certamente uma tarefa difícil para Vitor Hugo, mas o canadiano garantiu que a tarefa dificil passasse a tarefa impossível!
Ao fazer 150 pontos na eliminatória (pontuação máxima) Dietmar, não deixou em qualquer momento dúvida sobre o resultado final, ganhando por expressivos 11 pontos, já que Vitor Hugo apenas conseguiu somar 139 pontos.

Foi no entanto uma prestação digna e certamente uma experiência enriquecedora.

A partir deste momento não há mais portugueses em competição no Campeonato do Mundo.

quarta-feira, Julho 06, 2011

Campeonato do Mundo Tiro com Arco , Turim 2011


Portugal está a participar no Campeonato do Mundo de Campo que se realiza em Turim, Itália, entre os dias 3 e 10 de Julho de 2011.

A Federação Portuguesa de Tiro com Arco fez deslocar dois atletas:

Maria João Ribeiro, do Sporting Clube de Portugal, em arco recurvo e Vitor Hugo Ferreira, do Real Sport Clube, em arco compound.


Nas qualificações individuais, que se realizaram dia 4 de Julho, a nossa atleta fez 271 pontos aos 70 metros, 320 aos 60 metros, 285 aos 50 metros e 315 pontos aos 30 metros, perfazendo um total de 1191 pontos na prova FITA, que a colocou no 136 º lugar , entre 146 participantes.

Na sua categoria a primeira classificada nos apuramentos foi a Sul Coreana Bo Bae Ki, que com 340 (70m), 350 (60m), 345(50m) e 354 (30m) pontos, perfazendo um total de 1389 pontos.


O Recorde Nacional Português na prova FITA pertence a Mª João Ribeiro com 1301 pontos.

Nos Compounds Masculinos Vitor Ferreira obteve o 52º lugar, entre 132 participantes.

Na competição, que consiste em dois rounds de 36 flechas a 50 metros, o nosso atleta obteve 345 + 348 pontos, somando um total de 693 pontos

Vitor vai assim defrontar o Neozelandes Stephen Clifton, que se qualificou em 61º lugar com 690 pontos. A diferença pontual nos apuramentos faz antever um confronto bastante equilibrado entre os dois atletas, mas seguramente todos estaremos a torcer por Portugal no próximo dia 7.

terça-feira, Março 29, 2011

Análise de video (Ponto de vista do arqueiro)

Recebi no outro dia este maravilhoso video. Claro que não resisti em ver novamente a parte do tiro com arco e fazer uma análise mais cuidada. Devemmos tirar várias conclusões :

video


  1. A conclusão geral: Cá se fazem... cá se pagam.
  2. Respeitar SEMPRE as normas de segurança! (Se repararem o arco não está apontado na direcção do alvo, que está por trás do arqueiro.
  3. Aprender a técnica correcta (se é para falhar, que se falhe com estilo). Reparem com atenção e verão que o arco está virado de pernas para o ar. A rosca do estabilizador apareçe logo em cima da mão do arqueiro e este é obrigado a segurar na flecha com a mão.
  4. Tirando tudo isto divirtam-se com as imagens :)
Nota: têm de fazer pausa para conseguir ver os pormenores :)

quarta-feira, Fevereiro 23, 2011

FPTA Calendário competições 2011

O calendário de competições da FPTA, para a época de 2011 já está disponível online.

São Miguel (Açores), Lisboa, Caldas da Raínha e Azambuja serão as localidades onde decorrerão os Campeonatos Nacionais de Sala e Campo.

O número de competições é inferior aos anos anteriores pelo que se recomenda uma análise cuidada ao calendário, de modo a programar devidamente a época.

A época Sala tem em Fevereiro duas competições nos Açores, uma Local (dia 26) e outra Nacional (dia 27), começando depois, entre 20 Março e 17 de Julho a Época de Campo.
A 11 de Setembro é retomada a Sala , terminando a Final Four, a 11 de Dezembro.

2011 é ano de Campeonato do Mundo e da primeira fase de apuramentos para os Jogos Olímpicos de Londres 2012.
Os regulamentos das provas de apuramento para a Selecção Nacional, estão já disponíveis online.

sexta-feira, Janeiro 14, 2011

FPTA / Comunicados Vários

Siga aqui os últimos comunicados e links da Federação Portuguesa de Tiro com Arco.

http://sites.google.com/site/fptasite/comunicados



Impressos para Federamento
http://sites.google.com/site/fptasite/impressos

Departamento Técnico
http://sites.google.com/site/fptasite/departamento-tecnico



Comunicado 1/2011 - Novas acreditações e Normas para Federamento, Inscrições e Filiações.


http://sites.google.com/site/fptasite/comunicados


https://docs.google.com/leaf?id=0ByI6FiWxSFhiNzk4YmE1MTMtMDFjNi00YjY0LThkMGItNTRjMDYyZDM4ZTg1&sort=name&layout=list&num=50


Normas para Federamento, Inscrições e Filiações
http://sites.google.com/site/fptasite/regulamentos




Tiro com Arco na RTP2

O Grupo Desportivo de Azambuja levou a efeito juntamente com a Federação Portuguesa de Desporto p/ Defecientes (FPDD) e com a colaboração da Federação Portuguesa de Tiro com Arco (FPTA) uma acção de divulgação do Tiro com Arco, que decorreu no Hospital de Alcoitão.

A reportagem passa amanhã, Sábado, dia 15 de Janeiro por volta das 15h40 na RPT2